Futuro dos Negócios
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

6 Tendências que impulsionarão os aplicativos de e-commerce

6 Tendências que impulsionarão os aplicativos de e-commerce
Futuro dos Negócios
nov. 11 - 2 min de leitura
000

As instalações de aplicativos de e-commerce cresceram 14% em 2021 somente na América Latina, ultrapassando a média global de 12%, segundo o Relatório Mobile App Trends 2022 da Adjust.

A expectativa é que as vendas globais alcancem 5,42 trilhões de dólares até o final de 2022, acima dos 4,9 trilhões de 2021, sendo que o fator mobile é o principal impulsionador desse crescimento, com 67% das vendas provenientes desses dispositivos.

Confira as top 6 tendências apontadas pela empresa para o setor:

1. Experiências de ÁUDIO
O áudio teve um ressurgimento significativo como resultado da pandemia de COVID-19, com o mercado global de podcast vendo uma taxa de crescimento anual de 31,5%. As experiências em áudio também podem se espalhar pelo setor de comércio eletrônico, sendo utilizadas para perguntas e respostas de cliente para cliente, gravação de depoimentos e serviço de atendimento ao cliente dentro dos aplicativos.

2. Compras em LIVES
As compras em livestreams nas redes sociais cresceram exponencialmente desde a pandemia, principalmente em plataformas como Instagram e YouTube. Desde 2021, as taxas de conversão de transmissões ao vivo estão dez vezes maiores do que outros formatos de comércio eletrônico e continuarão a crescer.

3. Serviços COMPRE AGORA e PAGUE DEPOIS
Essa opção de pagamento permite que os compradores façam uma compra e paguem em várias parcelas. No Brasil, esta categoria pode ser vista, principalmente, com a criação do serviço de parcelamento por Pix.

4. Publicidade CTV
A publicidade de TV conectada (CTV) é uma tendência que muitos profissionais de marketing de aplicativos estão explorando em todas as verticais, incluindo o comércio eletrônico. De acordo com a Magnite, 91% dos brasileiros consomem conteúdo em TVs Conectadas semanalmente.

5. Comércio HEADLESS
A arquitetura headless utiliza uma API para enviar informações em tempo real entre a vitrine digital voltada para o consumidor. Isso, por sua vez, oferece fácil integração e gerenciamento de vários canais, eliminando a necessidade de processos e ferramentas separados.

6. Assistência de REALIDADE AUMENTADA
A assistência de realidade aumentada (AR) nas compras em aplicativo não é nova, mas certamente está em alta este ano. Um relatório da Valuates compartilha que o AR global no mercado de varejo terá uma taxa de crescimento anual de 20% entre 2022-2028.

Preparados para essas tendências?


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você