[ editar artigo]

A Transformação Digital pode ajudar na adaptação a um mundo pós-pandemia

A Transformação Digital pode ajudar na adaptação a um mundo pós-pandemia

No começo de 2020, um número crescente de organizações estava ponderando os benefícios percebidos de um esforço de transformação digital pesando esses ganhos contra as certas interrupções nos negócios que esse esforço traria.

No novo ambiente de negócios criado pela pandemia do COVID-19, no entanto, a transformação digital pode não ser mais uma estratégia "agradável de se ter", mas a chave para a sobrevivência de uma organização.

Esse fato dificilmente será aceito por muitas organizações, pois um esforço bem-sucedido de transformação digital exige uma grande mudança na cultura corporativa.

"Culturalmente, a transformação digital para qualquer organização é algo como o gigante King King que a liderança sabe que é certo, mas teme assumir." - Peter F. Weis

Isso porque as transformações são pontos de inflexão tanto para as empresas quanto para as carreiras de seus líderes.

Eis por que as empresas devem acelerar seus esforços de transformação digital.

Benefícios significativos aguardam

Quando bem feito, um esforço bem-sucedido de transformação digital torna sua organização muito mais competitiva e mais capaz de encantar e manter os clientes. Diferencia os líderes dos retardatários.

"A transformação digital bem-sucedida cria coragem e confiança organizacional." - Peter F. Weis

Mas vale ressaltar que empresas sobrecarregadas com dívidas herdadas e tecnológicas, cheias de dúvidas e com pouco talento e liderança, não serão capazes de obter sucesso na transformação.

"A transformação alimenta a inovação sustentável" - Peter F. Weis

Antes da pandemia, já havia muito trabalho de transformação sendo ponderado e muita atividade de adoção precoce, mas poucas empresas de qualquer escala concluíram com êxito a transformação por vários motivos - zonas de conforto e complacência, medo da complexidade, demandas dos negócios cotidianos existentes e, principalmente, a falta de histórias de sucesso abundantes para guiar as demais empresas.

Um grande motivo pelo qual muitas organizações demoraram a adotar a transformação digital é que elas realmente não entenderam do que se trata ou como proceder.

Dos projetos de transformação digital que falham, pesquisas do estrategista Larry Wolff apontam para seis principais culpados:

  • Não entender o cliente
  • Não entender como a conclusão é realmente
  • Pensando que a transformação digital é um projeto de TI
  • Não prestar atenção à cultura da organização
  • Não definir claramente o que significa transformação digital para toda a organização

"A pandemia obrigou muitas empresas a iniciar uma transformação digital, mas, nas minhas discussões com os líderes empresariais, poucas estão pensando em como se diferenciar. A maioria das empresas de um determinado setor está fazendo as mesmas coisas. As que diferem seguirão mais fortes" - Larry Wolff

A transformação digital é mais crítica do que nunca

Pode ser tentador para muitas organizações simplesmente atuar no modo de sobrevivência e aguardar a pandemia passar completamente. Isso seria um grande erro. A transformação digital simplesmente não pode esperar.

Se uma organização esperar até que os efeitos da pandemia acabem, provavelmente será interrompida por concorrentes conhecidos ou desconhecidos.

Uma organização que adota uma abordagem estratégica imediata, holística e - e reconhece que a transformação digital afeta toda a organização - emergirá de forma sustentável mais forte.

Essas empresas vão reter e aumentar clientes, operar com mais eficiência, alcançar mais rapidamente a dinâmica do mercado futuro e provavelmente identificar novas fontes a partir dos dados que eles usam.

"Agora, mais do que nunca, as organizações estão vendo essa transformação como a chave para sua sobrevivência e, assim, tentando se mover mais rápido do que nunca" - Lee Senderov (presidente da Richieline digital)

Mudança traz novas oportunidades

À medida que mais organizações adotam a transformação digital, disse Senderov, há quatro áreas principais em que elas precisam considerar como isso pode ajudá-las a ter sucesso em um mundo pós-pandemia:

  • Novos canais de distribuição: "Uma organização pode aproveitar os canais pelos quais nunca distribuiu?"
  • Novas maneiras de alcançar clientes: "Considere uma organização altamente dependente do telefone agora usando texto para alcançar seus clientes".
  • Acesso a novos talentos: "Uma organização que nunca pensou em contratar fora de seu setor específico agora pode fazer exatamente isso para se transformar digitalmente. O acesso a novos talentos pode trazer novos insights para sua organização".
  • Custos: "As restrições implementadas em resposta ao COVID-19 tornaram o trabalho em casa uma nova realidade para muitas empresas, e ficou provado que esse modelo pode funcionar. Isso levará ao fechamento de escritórios? E as viagens? Quanto pode ser reduzido agora que, socialmente, estamos acostumados a videoconferência e chamadas? "

Por fim, os líderes empresariais precisam entender que "a transformação digital é uma estratégia corporativa que equilibra cultura e tecnologia", afirmou Wolff. Começa com o entendimento da experiência do cliente, identificando como aprimorá-la para criar uma vantagem competitiva sustentável e aplicando as mudanças culturais e a tecnologia para que isso aconteça.

"[Faça tudo certo] e uma transformação digital bem-sucedida resulta em um negócio que encanta seus clientes de maneiras que a concorrência não pode e deve fornecer pelo menos um retorno dez vezes maior do seu investimento" - Larry Wolff

Fonte: adaptado e traduzido de https://techbeacon.com/enterprise-it/4-ways-digital-transformation-can-help-you-adapt-post-pandemic-world

Para saber mais sobre Transformação Digital nos negócios veja os artigos:

Atenciosamente, @neigrando

 

Futuro dos Negócios
Nei Grando
Nei Grando Seguir

Com um olhar no futuro, sou apaixonado por tecnologia e entusiasta de negócios. Mentor, palestrante, consultor, ... Tive duas empresas de TI, sou mestre em ciências (FEA-USP) com MBA (FGV), organizador e autor do livro Empreendedorismo Inovador.

Ler matéria completa
Indicados para você