[ editar artigo]

AI + Blockchain: A tempestade perfeita!

AI + Blockchain: A tempestade perfeita!

Em meio a tanta volatilidade dos mercados, e mesmo diante da dinâmica imprevísvel de nossas vidas pessoais, buscamos nos adaptar aos impactos que a tecnologia gera em nossas rotinas. Com tanta velocidade de mudanças, somos praticamente jogados no meio de um furacão de nomenclaturas digitais, sem entender exatamente o que elas querem dizer, ou ainda planejar como serão adotadas para nossso uso diário.

Nesse contexto, buscamos entender qual o nosso papel dentro deste cenário de rápida inserção tecnológica, onde temos a possibilidade, pela primeira vez na história, de trabalhar com conhecimento em um nível exponencial e descentralizado, sendo que a principal base de dados para alimentar as plataformas de inteligência artificial, capazes de cruzar estas informações para gerar análises preditivas de tomada de decisão, são nossos rastros digitais deixados durante nossa navegação na web. Na maioria das vezes sem nem nos darmos conta de que fazemos isso.

Ao analisarmos episódios recentes de como nossos dados pessoais, sejam de identificação ou comportantamento, são utilizados por grandes corporações para vender uma solução de manipulação coletiva, nos deparamos com um dilema de o quanto queremos que saibam sobre nossas preferências sobre diversos temas, e o quanto isso pode ser usado contra nós.

Pensando nisso, a tecnologia de blockchain surge como a Panacéia da privacidade na internet, através da capacidade de permitir transações entre chaves de segurança pessoais criptografadas, que oferecem maior segurança no compartilhamento de dados, com o mínimo de informações sobre sua identificação. Tecnologias como KYC (know your costumer) e ZKP (zero knowledge proof), surgem como formas de garantir transparência no uso dos dados, ao menos tempo que evita que os dados pessoais sejam coletatos livremente durante a navegação on line. Esse parece ser o divisor de águas na migração entre a web2 para uma web3 mais transparente, onde os indivíduos são os donos de seus próprios dados.

Assim, juntando a capacidade de alto processamento de dados através de máquinas inteligentes e computação quantica, aliada a plataformas transacionais criptografadas em um ambiente descentralizados, abre-se um novo cenário de possibilidade de interação entre usuários e empresas, criando novos contextos de mercado, moficando permanentemente a forma como nos relacionamos, seja com humanos ou com máquinas.

Futuro dos Negócios
Ler conteúdo completo
Indicados para você