[ editar artigo]

Empresas estão usando DeepFakes em vídeos de treinamentos

Empresas estão usando DeepFakes em vídeos de treinamentos

 

Realmente estamos vivendo um período de aceleração de inovação, especialmente no que envolve soluções para distanciamento social, saúde e cuidados pessoais.

Com as restrições impostas pelo isolamento social, a gravação de vídeos se tornou mais difícil e caro, por isso, algumas empresas passaram a recorrer ao uso de mídia sintética, como é o caso da gigante de publicidade WPP. Neste mês, a empresa enviará vídeos de treinamentos para milhares de colaboradores ao redor do mundo — os vídeos foram criados usando Inteligência Artificial (rostos e palavras) de forma que o idioma será adaptado para o mesmo do destinatário do vídeo.

Essa técnica, batizada de deepfake, ficou conhecida principalmente pelo uso indiscriminado para substituição de rostos, bullying e pornô, mas, agora, grandes empresas estão adotando a tecnologia para propósitos como o treinamento corporativo.

Esse tipo de tecnologia tem um potencial enorme na área de educação, mas também traz ameaças grandes facilitando deepfakes em fake news. Como qualquer tecnologia, sempre existem os dois lados da moeda.

✅ Que outras aplicações de deepfake você acredita que possam ser benéficas e quais podem ser perigosas?

Futuro dos Negócios
Ler conteúdo completo
Indicados para você