[ editar artigo]

Home Office e a Felicidade Profissional

Home Office e a Felicidade Profissional

 

Se antes da pandemia a modalidade de HOME OFFICE era uma realidade para poucos profissionais, a situação hoje é totalmente diferente — o HOME OFFICE passou a ser um dos benefícios buscados pelos trabalhadores.

📍 A pesquisa da Alelo com 2,7 mil colaboradores realizada em dezembro/21 aponta que:

✅ 14% dos colaboradores avaliam o Home Office como FATOR ESSENCIAL essencial para aceitar uma proposta de emprego;

✅ 75% dos entrevistados se consideram EXTREMAMENTE FELIZES nessa forma de trabalho;

✅ 56% SE ADEQUARAM MUITO BEM e MELHOR do que atuando presencialmente;

✅ 50% usam o tempo de deslocamento até o escritório para OUTRAS ATIVIDADES;

✅ 44% têm mais tempo para a FAMÍLIA;

✅ 41% aumentaram a PRODUTIVIDADE e o FOCO no home office;

✅ 40% CONCILIAM atividades do emprego e de casa;

✅ 29% possuem um ESPAÇO de TRABALHO DEDICADO para o Home Office.

📍 Entretanto, o trabalho remoto não é realidade para todos:

✅ A maior parte (66%) afirmou que permaneceu frequentando o local de trabalho presencialmente durante a pandemia;

✅ Apenas 33% aderiram totalmente o modelo remoto ou o modelo híbrido.

📍 Quando considerada a RENDA:

✅ 57,5% daqueles que recebem até R$ 3.135,00/mês preferem o trabalho presencial, enquanto os maiores percentuais daqueles que têm preferência por trabalho 100% remoto estão entre quem ganha acima de R$ 5 mil.

⁉️ E você? Como prefere trabalhar? Como estabeleceu políticas de trabalho remoto na sua empresa?

Futuro dos Negócios
Ler conteúdo completo
Indicados para você