[ editar artigo]

Profissionais não se sentem seguros para voltar ao trabalho presencial

Profissionais não se sentem seguros para voltar ao trabalho presencial

 

Além das incertezas da pandemia, existe também a insegurança em relação à volta ao trabalho. Isso é o que revela a pesquisa nacional encomendada pela VR Benefícios e realizada com 2.481 pessoas.

O resultado aponta que:

✅ 8% dos entrevistados já faziam home office antes da pandemia, enquanto 31% só experimentaram essa modalidade durante o isolamento — os outros 61% afirmaram não trabalhar remotamente.

⭕️ 85% disseram que não se sentem seguros com a ideia de voltar à modalidade presencial, utilizar transporte público, como ônibus e metrô;

⭕️ 58% apontam o contato com os clientes/fornecedores como fator de risco.

👉🏻 Dentre as novas demandas de segurança, os entrevistados responderam:

☑️ disponibilidade de álcool em gel 70%: 91%
☑️ desinfecção do ambiente de trabalho: 91%
☑️ disponibilidade de máscaras para o funcionário: 87%
☑️ afastamento e suporte para o funcionário que teve contato com alguém que ficou doente: 86%
☑️ identificação e gerenciamento de casos positivos na empresa: 86%
☑️ realização de testes/exames em todo o quadro de funcionários antes da retomada: 85%
☑️ treinamento sobre cuidados pessoais e coletivos: 74%
☑️ treinamento sobre boas práticas no ambiente de trabalho: 74%
☑️ rodízio de funcionários para limitar a quantidade de pessoas na empresa: 68%
☑️ restrições de contato/implementação de barreiras físicas: 67%

⁉️ E você? Como se deve em relação ao retorno para a modalidade de trabalho presencial? Conta aqui pra gente?

Futuro dos Negócios
Ler conteúdo completo
Indicados para você