Futuro dos Negócios
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários

Temas abordados: Robótica, Redes Neurais Artificiais e Processador Neuromórfico

Temas abordados: Robótica, Redes Neurais Artificiais e Processador Neuromórfico
NILSON DE CARVALHO NICOLAU
jan. 30 - 4 min de leitura
000


O ser humano sempre buscou criar tecnologias para estender a capacidade, o que inicialmente foi utilizado para sobrevivência da espécie ao meio ambiente hostil da pré-história, passando por vantagens nas guerras e mais recentemente na busca pela extensão da vida. Nesse último temos uma intensificação de pesquisas, investimentos e determinação em duas principais vertentes, a solução da degeneração biológica que pode levar a cura da velhice, cuja vertente não exploraremos aqui, e a criação de um cérebro artificial que pode levar a extensão talvez indefinida da vida com sua simulação em um cérebro artificial. Nesse meio tempo devem surgir robôs com inteligência artificial iniciando com a ANI, passando para AGI e finalmente a ASI.

No início do ano 2000 foram intensificadas as pesquisas para mapear e desvendar o funcionamento do cérebro, se destacam principalmente dois projetos, Blue Brain (1) e Iniciativa BRAIN (2) com descobertas e aumento do conhecimento impressionantes. Nesse mesmo período, pesquisas para o desenvolvimento de tecnologia capaz de simular o funcionamento da rede de neurônios evoluiu muito. Esse mapeamento está contribuindo para a criação da inteligência artificial em hardware com a descoberta do memristor[i] e mais recentemente os neurotransístores orgânicos e fotônicos.

Previsto teoricamente em 1971 apenas em 2003 os cientistas conseguiram construir o memristor (3) e (4). A partir daí a evolução seguiu a passos largos, com as seguintes descobertas:

-2010: Criação de transístores orgânicos – neurotransístor NOMFET (5) que imitam o funcionamento do cérebro e consome muito menos energia;

-2017: Aberto caminho para a fabricação de inteligência artificial em hardware com a criação de sinapse artificial reconfigurável, viabilizando uma rede neural artificial reconfigurável (11).

-2021: (a) Criado um transístor sináptico biocompatível (6) que além de processar e armazenar também aprende;

-2021: (b) Criado o neurotransístor em forma de fibra capaz de funcionar com ambas as características de neurônios e sinapses (12).

-2022: (a) Criação de uma nova via para a neurocomputação com tecnologia de neurônio artificial fotônico que poderá ser a base de um processador de rede neural fotônico (8);

-2022: (b) Cientistas conseguiram criar um componente neuromórfico (7) que combina a função de transístor e memrístor, cuja finalidade é dar plasticidade ao processador semelhante a plasticidade do cérebro, ou seja, capaz de aprender com base na experiência e reprogramar os circuitos.

-2023 (a) conseguiram desenvolver o neurotransístor, que imita 15 das 20 características dos neurônios biológico e que além de biocompatível se comporta tão bem na imitação do neurônio que poderá ser integrado aos nervos dos humanos e abrir caminho para vários tratamentos médicos (10);

-2023 (b) cientistas conseguiram criar computador ótico capaz de trabalhar com múltiplas cores de forma simultânea e massivamente paralela onde são construídas camadas formadas por milhares de pixels e cada pixel se comporta como um neurônio (9).

 Todos esses grandes feitos da humanidade mostram que estamos caminhando a passos largos para a criação de uma IA em hardware com a possibilidade de integração de diversas funções e funcionalidades e que em um futuro não muito distantes teremos criado um novo ser com inteligência geral e que poderá interagir conosco, além de eventualmente poder vir a ser uma via para a tão sonhada prolongação da existência do indivíduo.



[i] Um componente capaz de latch transversal e que armazena estados de memória resistiva e que tem funcionamento semelhante aos neurônios

 

(1)   Projeto Blue Brain: um incrível mapa cerebral digital (amenteemaravilhosa.com.br)

(2)   Obama lança programa para mapear cérebro humano | VEJA (abril.com.br)

(3)   "Crossbar Latch": novo componente poderá substituir transistor (inovacaotecnologica.com.br) e Memristor: cientistas comprovam existência do quarto componente eletrônico fundamental (inovacaotecnologica.com.br)

(4)   Obs.: Um componente capaz de latch transversal e que armazena estados de memória resistiva e que tem funcionamento semelhante aos neurônios

(5)   Transístor orgânico imita sinapses e abre caminho para neurocomputadores (inovacaotecnologica.com.br)

(6)   Transístor sináptico processa, memoriza e aprende (inovacaotecnologica.com.br)

(7)   Componente neuromórfico une funções dos transistores e dos memoristores (inovacaotecnologica.com.br)

(8)   https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=neuronio-luz-promete-cerebro-artificial-fotonico&id=010110221124#.Y9QhCHbMJPZ

(9)   Processador de luz faz aprendizado profundo massivamente paralelo (inovacaotecnologica.com.br)

(10)Células nervosas artificiais aproximam-se das biológicas (inovacaotecnologica.com.br)

(11)https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=sinapse-artificial-pre-sinapse-inteligencia-artificial-hardware&id=010110170717#.Y9Qg8XbMJPZ

(12)Neurotransistores funcionam e se conetam como neurônios (inovacaotecnologica.com.br)



Denunciar publicação
    000

    Indicados para você