[ editar artigo]

Você percebe possibilidades?

Você percebe possibilidades?

 

Neste artigo quero te convidar a pensar em seu negócio, em sua área de atuação e, sobretudo, pensar em suas principais competências! Imagine que você tivesse que montar um crachá para usar essa semana. Neste crachá você deveria colocar quem você é e aquilo que você faz!!

Continue imaginando esta cena: você circulando pela cidade com esse crachá e num determinado momento alguém lhe pergunta QUANTO custa seu serviço? Estou partindo do pressuposto que você tem isso bem claro em mente: qual é seu serviço, ou seja, aquilo que você realmente faz e entrega à pessoas...

Antes de responder o preço da sua aula, da sua consulta, do seu consertar, da sua palestra ou atendimento, concentre-se em apresentar ao seu interlocutor a sua proposta de valor, isto é, quais são seus verdadeiros diferencias. Mas te convido a pensar em verdadeiros diferenciais, saindo do padrão genérico de diferenciais onde estão excelência no atendimento, serviços de qualidade, foco no cliente, capacidade de resolver problemas, entre outros...

Perceba que você pode até usar e considerar estes que citei acima, mas te convido a explicitar melhor o que você tem de diferente em relação à isso?! Compreendeu a pergunta? Consegue visualizar a resposta? Faz sentido tentar colocar isso no papel hoje mesmo em sua vida?! Primeiramente deixando isso claro para você mesmo?!!

VALOR é a palavra-chave! Os elementos verdadeiros de diferenciação que você possui (e entrega) devem estar claros em sua proposta de valor! Isso é muito mais valioso que o preço!

Procure anunciar claramente qual é seu público alvo; qual é sua proposta de valor e quais são seus verdadeiros diferenciais e quais os benefícios que você proporciona aos seus clientes!! Isso está diretamente ligado com as características do seu serviço, bem como a clareza quanto ao tipo de problema que você resolve e quais as opções o cliente terá com você para isso!!

Perceba que, caso você não tenha isso claro e não consiga explicar isso à alguém que lhe pergunte sobre o que você faz e quanto cobra, sua única opção será falar de preço mesmo...

E se você estiver pensando agora: ‘Rony, como posso fazer para conquistar a atenção dele logo no início da conversa? E se eu não tiver muito tempo para isso e ele insistir no preço do meu serviço?’ Minha sugestão: procure o mais rápido possível conquistar a ATENÇÃO da pessoa com quem está dialogando. Faça isso de forma honesta, entusiasmada e autêntica, usando o que você tem de melhor... E nesses tempos pandêmicos, o desafio está em se conectar de fato com alguém que está do outro lado de uma tela digital!

Caso não se sinta seguro o suficiente para isso, recomendo que busque mais informações sobre você mesmo e procure aprender a descobrir qual é sua expertise verdadeira. O que você sabe fazer de melhor? Quais são seus diferenciais?!

Não se conforme com o básico ou com aquilo que a maioria explica e faz por aí. Você é único. Sua empresa é única. Deixe isso claro. Olhe para dentro de você mesmo e descubra qual é a sua “carne”!!! Qual é o seu conteúdo?! Qual é o ingrediente principal que você oferece?!

Os clientes estão sedentos por expertise em áreas específicas de conteúdo e conhecimento!! E isso precisa ser apresentado de maneira mais sedutora, envolvente e interessante.

Você possui diferenciais. Sua equipe possui diferenciais. Seu negócio é único e frutificará na medida em que tudo isso ficar ainda mais claro para você, para sua equipe e consequentemente para seus clientes e futuros clientes... O “novo normal” permanecerá assim? O que virá “depois da curva”?

“Molho” é o processo como você desenvolve e realiza seu trabalho ou negócio. “Carne” é o conteúdo. A verdadeira expertise que você e sua equipe dominam!!! Aqui está o que alguns autores chamam de poder de fogo intelectual: a expertise.

A expertise pode ser definida como um conhecimento específico, minucioso e abrangente sobre um determinado tema, que inclui origens, aplicações, cuidados e qualidades, fatos portadores de futuro e muito mais. Não está diretamente relacionado com perfeição nem com domínio absoluto, mas sim em como ajudar os outros a melhorar em uma determinada área!

Qual é a carne do seu molho?

Futuro dos Negócios
Ler conteúdo completo
Indicados para você