[ editar artigo]

Lei Geral de Proteção de Dados na Indústria 4.0

Lei Geral de Proteção de Dados na Indústria 4.0

Com o objetivo de garantir a privacidade dos dados das pessoas a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) foi criada para dar maior proteção aos usuários da internet. Todos nós já estávamos cansados de receber diversas ligações ou mensagens oferecendo serviços e produtos, quando não, aparecia um boleto em casa com o valor de uma doação, ou mensalidade de alguma associação para pagar sem que tivéssemos solicitado nada.

Isso acontece na maioria das vezes porque as empresas têm acesso à nossos inúmeros dados e informações pessoais. Quem já fez uma busca no Google para ver sobre algum produto e em seguida recebeu diversas propagandas sobre esse produto. Ou ainda, quem falou em comprar algum produto e como se fosse mágica, recebe uma oferta dele no Instagram ou outra rede social.

Sim seu telefone escuta o que você fala e sugere os produtos, e o pior você aprovou a empresa de telefonia, o Google e até mesmo a Apple para poder fazer uso dos seus dados e informações.

Geralmente essa autorização está nos termos de contrato e serviços que a gente "flega" e nunca lê.

Mas o que esse tema tem a ver com a Indústria do Amanhã?

Como as empresas são formadas por pessoas, consequentemente elas terão acesso a cada vez mais dados dos seus colaboradores. Uma indústria cada vez mais conectada significa maiores conexões entre máquinas, sistemas e pessoas. É por isso que a segurança cibernética é uma das 9 tecnologias da Indústria 4.0.

Um bom sistema de segurança para evitar invasões é fundamental, lembre-se que agora qualquer USB de uma máquina pode ser a entrada de vírus ou hackers, e na indústria 4.0 estamos falando da integração horizontal e vertical dos sistemas, se não houver barreiras, pessoas más intencionadas poderão chegar ao nível de encontrar os bancos de dados de seus colaboradores e tal fato fere a Lei Geral de Proteção de Dados. A empresa que deixar vazar tal informação é co-responsável e deverá responder por essa vulnerabilidade.

Então esse é o alerta que gostaria de compartilhar com vocês, a medida que você faz projetos da Indústria 4.0, certifique-se que todos os cuidados de segurança cibernética foram tomados.

Futuro dos Negócios
William Franco
William Franco Seguir

Gerente de Engenharia da Indústria na Natura, um dos responsáveis pela Indústria 4.0 nos processos produtivos das fábricas. Especialista em novas tecnologias para a indústria, com mais de 30 palestras é professor da PUC, FGV e IEL.

Ler matéria completa
Indicados para você