[ editar artigo]

Quais são os comportamentos e competências necessárias para a Indústria 4.0?

Quais são os comportamentos e competências necessárias para a Indústria 4.0?

 

Cada vez mais, me encontro com o desafio de mostrar aos meus alunos e os meus seguidores nas redes sociais sobre algumas situações que mudaram no ambiente de trabalho. É claro que competências técnicas são sempre importantes para ajudar a solucionar problemas, mas na Indústria 4.0, é preciso ter uma visão um pouco diferente, e é justamente essa visão que quero mostrar para vocês nesta postagem: mas afinal, quais são os comportamentos e competências necessárias para se destacar na Indústria 4.0?

Como a colaboração é justamente uma dessas competências, me reuni com os membros do meu grupo no Telegram para discutirmos esse assunto e trazer diferentes pontos de vista para as competências e comportamentos da Indústria 4.0.

Atualização Constante

Se você está lendo este texto, certamente já está ciente de que precisa se manter atualizado. O Bruno, integrante do grupo disse: “Um dos comportamentos principais é desenvolver o hábito de estar constantemente se atualizando. A Indústria 4.0 exige que nós, independentemente da área de atuação ou função, estejamos sempre nos aprimorando, aperfeiçoando e desenvolvendo novas habilidades”.  A grande diferença está em como manter-se atualizado, por onde começar? A minha dica é ter claro onde você pretende chegar, encontrar as pessoas que já chegaram lá e começar a olhar o que eles fizeram no percurso. O que fazem? Com o que se envolvem? O que estudam? 

 

Ter coragem para Inovar

A partir do momento em que você está em contato com mais informações, seu cérebro certamente criará soluções diferentes das usuais. Resta a você um pouco mais de coragem para investir nessas boas ideias e soluções para um problema existente. Inovar é, também, descobrir novas formas de traçar caminhos, de resolver problemas e de criar soluções que muitas pessoas ainda não enxergaram com um problema. 

 

Mente voltada para melhoria contínua

Não se contentar com um “resultado x” é um dos pontos importantes que o Francisco Wadney mencionou lá no Grupo do Telegram. Essa atitude faz ponte com a coragem para inovar, afinal, é através de uma mente inquieta, que está sempre em busca de melhorar processos, que podemos inovar. 

 

Trabalho colaborativo em equipe multidisciplinar

Saber trabalhar com a diversidade, em uma equipe multidisciplinar e orientados para a colaboração é a fórmula para a solução de problemas. Afinal, diversos pontos de vista podem colaborar com ideias mais eficazes. O Denis Borges mencionou sobre este ponto em nosso grupo: “Eu observaria a capacidade de trabalho colaborativo em equipe multidisciplinar, facilidade de relação com a diversidade, bom ouvinte e estimulador de diálogos, a fim de extrair informações relevantes ao negócio, um perfil ágil e que saiba trabalhar num formato UX.” Vale ressaltar aqui alguns outros tópicos importantes, como a habilidade em experiência do usuário e perfil ágil. Podemos falar sobre esses assuntos em um texto posterior.

 

Acreditar que a tecnologia é aliada

Só poderemos alcançar mais potencial da mente humana se nosso cérebro estiver focado em soluções criativas, e não com trabalho monótono. Tudo isso pode ser feito através da tecnologia, que não pode ser vista como algo que vai “roubar o seu emprego”. Essa dica foi trazida pelo Silvio Soares.

 

Visão Macro

Juliana Souza mencionou um tópico bastante importante: a visão do processo por completo é uma das habilidades necessárias para a Indústria 4.0. Quando você deixa de fazer apenas a sua tarefa e entende que ela veio de algum lugar e vai para outro, você começa a entender melhor os porquês do que faz, e é claro que isso colabora para todos os outros pontos citados acima!

O ambiente de trabalho está cada vez mais complexo. Ao mesmo tempo em que são necessárias diversas competências técnicas para que seja possível trabalhar com tamanha tecnologia, a força de trabalho também precisa estar atenta ao que chamamos de soft skills (habilidades comportamentais). Todos os profissionais precisarão estar atentos às mudanças cada vez mais rápidas do mercado, e ao mesmo tempo, compreenderem que o ser humano continua imprescindível para que as futuras soluções sejam criadas. Mente atenta e informada, sempre! 

 

O Grupo Indústria do Amanhã

Como esse post foi construindo de forma colaborativa, o Grupo Indústria do Amanhã dentro da Comunidade Futuro dos Negócios nasce com o objetivo de unir os profissionais que querem falar, escrever sobre a inovação na Indústria, e assim, disseminar conhecimento sobre a Transformação Digital & Indústria 4.0.

 

A principal ferramenta na Indústria 4.0 é a colaboração!

 

Convido você a fazer parte do Grupo Indústria do Amanhã na Comunidade Futuro dos Negócios!

 

Colaboradores deste post: Francisco Wadney, Bruno, Juliana Souza, Paulo Henrique, Gustavo Borges, Denis Borges e Silvio Soares. 

 

Gostou desse post? Deixe seu comentário e me fale sobre qual competência você julga fundamental para o profissional 4.0?

Indústria do Amanhã

Futuro dos Negócios
William Franco
William Franco Seguir

Gerente de Engenharia da Indústria na Natura, um dos responsáveis pela Indústria 4.0 nos processos produtivos das fábricas. Especialista em novas tecnologias para a indústria, com mais de 30 palestras é professor da PUC, FGV e IEL.

Ler matéria completa
Indicados para você