[ editar artigo]

Brasil precisa dobrar o número de doutores para atingir o nível mais baixo dos países desenvolvidos

Brasil precisa dobrar o número de doutores para atingir o nível mais baixo dos países desenvolvidos

 

Segundo dados do MEC, atualmente, o Brasil forma pouco menos de 20 mil pesquisadores que obtêm anualmente o titulo de doutorado — em 2014 eram 16 mil. No entanto, para atingir o nível mínimo dos países desenvolvidos, precisamos aumentar esse número em pelo menos 50%, e começar a formar cerca de 30 mil doutores por ano.

O Brasil tem hoje 7,6 doutores para cada 100 mil habitantes. O Japão, um dos países desenvolvidos com o menor índice de doutores, tem quase 13 por 100 mil habitantes. A Itália, um dois países com médias mais baixas de doutores na Europa, tem 17,5 doutores por 100 mil habitantes.

O avanço da automação no planeta aumenta a necessidade de profissionais altamente qualificados intelectualmente — trabalhos mentais mais simples, repetitivos, serão cada vez mais realizados por AI e bots. Aos humanos, para continuarem relevantes na equação da evolução, caberá cada vez mais as atividades mentais mais complexas e as relacionadas com habilidades genuinamente humanas.

E você? Está preparado, se preparando ou se reinventando para fazer parte da humanidade do futuro?

 

Fonte: MEC / Imagem: Unsplash

Futuro dos Negócios
Ler matéria completa
Indicados para você