[ editar artigo]

Como o cérebro aprende

Como o cérebro aprende

 

Nunca foi tão importante aprender a aprender quanto na era acelerada em que vivemos hoje. Vejamos 🔻🔻🔻

Quando a velocidade de mudança no mundo era mais lenta, o que se aprendia na escola durava para a vida toda. A partir especialmente de meados do século passado, passamos a experimentar uma aceleração de mudança causando o crescimento na obsolescência do conhecimento. Ao mesmo tempo, a quantidade e a complexidade dos assuntos a aprender foram aumentando, e continuam crescendo.

Nesse sentido, a capacidade de aprender torna-se cada vez mais valiosa, principalmente APRENDER a APRENDER — quanto melhor e mais rapidamente aprendemos, maior a probabilidade de melhorarmos nossas vidas e tudo ao redor.

Com as infinitas oportunidades que o ambiente digital nos traz, podemos aproveitar estrategicamente as diversas formas de aprender para obtermos resultados. Nesse sentido, a Teoria da Pirâmide de Aprendizagem de William Glasser (ver na imagem) pode ser usada.



✅ Enquanto o modelo tradicional de aprendizagem é mais expositivo e passivo, a pirâmide apresenta uma forma mais eficaz de aprender — centrada na iniciativa, ativa, de quem aprende.

🔥 A dica aqui é mesclar as possibilidades atuais de consumo de conteúdo (como vídeo aulas, YouTube, leituras, etc), com ação — conversar, discutir, reproduzir, praticar e ensinar 😉

🚀🚀🚀 Quer aprender? Pratique e ensine

Futuro dos Negócios
Ler conteúdo completo
Indicados para você