[ editar artigo]

Inteligência Artificial e Bancos

Inteligência Artificial e Bancos

 

Bancos no Brasil tem histórico de uso de novas tecnologias, grandes investimentos em TI e cultura de experimentação de novas ferramentas e diferentes equipamentos.

Assim, é natural que também façam uso das tecnologias de Inteligência Artificial, como robótica, análises preditivas, mineração de dados, etc.. Podemos identificar usos na prevenção de fraudes, no marketing, nos modelos de avaliação de risco de crédito, no atendimento a clientes, na iniciação de transações (transferências, pagamentos etc.), na renegociação de dívidas, na assessoria financeira, no tratamento de reclamações, na automatização de processos, seleção/retenção de colaboradores, apenas para citar alguns processos.

Interessante a reflexão de como o uso dessas tecnologias propicia ganhos de eficiência, satisfação do cliente, incremento da base de clientes, assertividade nos negócios, diminuição de perda operacionais, além das inúmeras oportunidades que podem ser identificas com o uso de analytics nas gigantescas bases de dados.

Sem dúvida, apesar das ameaças que o setor enfrenta, como o crescente número de fintechs e a alta regulação imposta aos bancos pelo Banco Central, existe uma enorme possibilidade de ganhos com o uso crescente das tecnologias de Inteligência Artificial para a sustentabilidade dos negócios.

Ler conteúdo completo
Indicados para você