[ editar artigo]

Análise de pessoas com uso da tecnologia

Análise de pessoas com uso da tecnologia

O processo de People Analytics, segundo o autor Roberto Alonso (2018), contempla duas premissas contraditórias: a primeira refere-se à valorização do ser humano, que são as pessoas físicas, centro das atenções, que constituem as pessoas jurídicas; e a segunda premissa refere-se ao uso da tecnologia na automação e tomada de decisões, se contrapondo ao trabalho do ser humano e tirando-o do foco central. Trata-se da aplicabilidade de preceitos evolutivos chamados de Business Intelligence (BI) ou inteligência de mercado quando aplicada à área de Recursos Humanos, seja para melhorar a Gestão de Pessoas, reduzindo a rotatividade de pessoal, retendo ou atrair talentos, o que, consequentemente, aumenta a satisfação e eficiência dos colaboradores (ALONSO, 2018).

No conteúdo das obras aqui estudadas encontramos controvérsias de alguns autores quanto à aplicabilidade do People Analytics e seu resultado nas organizações, porém, só serão apresentadas aquelas que forem relevantes ao tema, visto estarmos vivendo em plena Era Tecnológica, onde a alta e crescente competitividade do mercado tem exigido atualização e renovação tecnológica constante das empresas.   

Segundo o autor Mark A. Huselid (2018) em seu artigo publicado no nº ‘3’ da revista Human Resource Management, o Setor de Recursos Humanos Analítico (HRA) surgiu da atual e constante busca por aperfeiçoamento profissional no setor de RH, otimização dos serviços e aumento de qualidade no Processo de Recrutamento e Seleção de Pessoas. Sendo assim, o aumento na produtividade e melhoria na Gestão de Pessoas veio acompanhando a evolução tecnológica para atender às exigências do mercado contemporâneo mundial (HUSELID, 2018). Por outro lado, de acordo com afirmativas dos autores Kalliopi Platanou e Kristiina Makela (2016) no seu artigo publicado na edição de nº 1 da Revista Työn, o People Analytics já conquistou seu lugar de destaque na mídia social através da plataforma do Google Analytics há mais de uma década, com grande repercussão internacional, chegando até a despertar o interesse do mundo acadêmico para pesquisas científicas, tanto na área administrativa como na tecnológica, considerado como ferramenta fundamental na Gestão de RH das empresas da atualidade.

O objetivo é expor e debater as ideias, críticas e reflexões sobre a prática da Análise de Pessoas nos Processos de RH, a partir da aplicabilidade dos conceitos Human Resources Analytics, Big Data e Analytics e People Analytics na atualidade, objetivando o aumento da simplificação, acessibilidade e otimização na condução e desenvolvimento de talentos. 

Indústria do Amanhã

Futuro dos Negócios
Roberto Bezerra Nobrega
Roberto Bezerra Nobrega Seguir

Engenheiro Industrial Mecânico, com Especialização em Administração da Produção, Mestrado em Administração na linha de Gestão da Inovação e Doutorando em Gestão de Pessoas na linha de People Analytics.

Ler conteúdo completo
Indicados para você